WWW.OMAISQUERIDO.COM.BR Homepage
Início do Fórum Início do Fórum > Memorial TELÊ SANTANA > Colunas Antigas > Ordem no Tribunal!!!! - número 1
  Mensagens novas Mensagens novas RSS Feed - Debates e testemunhas
  Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Eventos   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Fórum trancadoDebates e testemunhas

 Responder Responder
Autor
Mensagem
Gustavo Ver Drop Down
Moderador
Moderador
Avatar

Registrado: 07 Julho 2004
Localização: Brasil
status: Offline
Pontos: 76948
Link direto para este Post Tópico : Debates e testemunhas
    Enviado: 20 Setembro 2006 as 9:19pm
Juiz: dando início aos debates, com a palavra o Dr. Promotor.
 
Promotor: Primeiramente, saúdo o excelentíssimo julgador e os Senhores Jurados. Permitam-me, antes de apresentar as minhas testemunhas, apresentar contraprovas às as apresentadas pela Defesa em Interrogatório. A mesma comunidade da internet defende o Sr.Muricy.Não se pode levar a sério uma comunidade tão insana. Solicito aos Srs. Jurados que vejam com atenção: www.orkut.com/Community.aspx?cmm=7497815 , www.orkut.com/Community.aspx?cmm=7958100www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2999702  . Agora, apresento abaixo minhas testemunhas: Sr. Vitor Birner (CBN), Sr. Alexandre Lozetti (Lance!) e Sr. Mauro Ramires (O Mais Querido). Dou início convidando os dois jornalistas, cujas perguntas são iguais.
 
1) Caros Srs. Vitor Birner e Alexandre XP, em poucas palavras, como jornalistas esportivo, como os Srs. definiriam o atleta DENILSON? 

VB: Displicente, egoísta e incapaz de ser o principal jogador nas conquistas importantes. Um cara que vive de dribles improdutivos e não de resultados. Um ser humano que nasceu com um dom, mas que não tem a menor idéia de como usá-lo em favor do conjunto. Aliás, não tem o menor interesse, pois desde a adolescência está embriagado pelo potencial estagnado. O ego gigantesco e a arrogância impediram. Não melhorou absolutamente nada em anos.

XP: Atleta Denílson? Desculpe, mas vejo aí uma incoerência. Denílson nunca foi atleta. Tinha uma habilidade incomum. Porém, mais incomum ainda é a forma como não evoluiu nos últimos oito anos e se tornou presa fácil para qualquer marcador. Nesse período, colecionou fracassos e manchetes nas colunas de fofocas, sem falar nos programas de televisão que o convidam para divertir os telespectadores. E que não diga que ganhou a Copa de 2002. Vampeta, Edílson e Anderson Polga também ganharam...
 
2) Em sua passagem no SPFC, a defesa alega que Denilson jogou o "fino da 'bola" porque, na época, o treinador Telê Santana deixava que ele 'praticasse seus dribles. Vocês concordam com essa posição?

VB: Discordo com veemência! Ele armou mais contra-ataques adversários que ataques, contra-ataques ou desarmes que terminaram em gol favorável. Sem Raí, com ele no meio, o Corinthians teria sido o campeão em 98. Friamente, excluindo o oba-oba da mídia ajudado pela falta de raciocínio crítico de muitos, Denílson é o perfeito símbolo do pior período do clube desde os anos 60. Fala muito! Roberto Dias, Lugano, Mineiro, Dario P., Raí, Chicão, Pintado e muitos outros símbolos verdadeiros de raça no São Paulo não viviam do discurso, mas das ações em campo. As ações de Denílson podem ser resumidas em dribles inúteis. De positivo mesmo, só o fato de ter sido o produto do pior negócio da história do futebol e do comprador ter sido o Real Betis, rebaixado pouco depois de ter investido no driblador.

XP: Acho injusto ligar esse jogador ao Mestre Telê Santana, que o treinou por pouquíssimo tempo. Telê identificou talento em Denílson, mas o atacante teve azar já que o Mestre estava com a saúde muito debilitada. Assim, Denílson foi lapidado por um quadrúpede. É verdade que, na época, ele tinha liberdade para driblar. Até porque era seu forte. Ele não sabia finalizar, não tinha bom passe, não marcava, seu cabeceio era ruim... Hoje, oito anos depois, bem... Ele não sabe finalizar, não tem bom passe, não marca, seu cabeceio é ruim. A diferença é que os dribles, antes fatais, não entortam mais nem os piores zagueiros europeus.
 
Agora a pergunta ao Sr.Mauro: Em um paragrafo, como descerever a passagem do réu no SP?
 
Mauro: A passagem foi meteórica. Jogador com tremenda habilidade e rapidez, porém de discutível uso prático para a equipe.  Esse tipo de jogador desperta muito interesse nos leigos torcedores e críticos de imprensa esportiva pela "plasticidade" das jogadas. Exemplos recentes? Falcão e Kerlon (o jogador foca).Todavia, olhando menos com a emoção e mais com a razão, veremos que pelo lado prático, Denilson pouco fez em sua passagem pelo SPFC. Se houve um momento onde essa plasticidade de Denilson deu frutos, foi quando Raí voltou.
 
Mauro, a defesa argumenta que o motivo do fracasso do réu na Espanha se deu pela sua pobreza na infância, Você concorda com essa afirmação ? Ou o Sr., com sua experiência no futebol, viu unumeros jogadores "pobres" trunfarem nos gramados europeus? 
 
Mauro: Se pobreza fosse fator para problemas quanto a insucesso no futebol Europeu,  Maradona (para ficar num só exemplo) não teria feito o sucesso que fez. E Maradona teve infância paupérrima.
Outros casos mais recentes podem ser citados, visto que a maior parte dos jogadores vem de famílias pobres. Pouquíssimos têm origem mais "nobre".
 
Sendo assim, merítissimo, encerro minha acusação, acreditando ter apresentado a esse digníssimo tribunal testemunhas de gabarito inquestionável que, em poucas palavras, demonstraram coêrencia no qual o conjunto, de enorme cincronismo e obviedade, visto inclusive a diferença de geração entre as testemunahs, é mais que suficiente para incriminar o réu. Obrigado.
Gus
Voltar para o topo
Gustavo Ver Drop Down
Moderador
Moderador
Avatar

Registrado: 07 Julho 2004
Localização: Brasil
status: Offline
Pontos: 76948
Link direto para este Post Enviado: 20 Setembro 2006 as 9:26pm
Juiz: com a palavra, o Dr. Defensor.
 
Defensor: Cumprimentos ao Meritíssimo Juiz e aos Senhores Jurados!

 
É sabido por todos que o futebol, destacando-se dos outros esportes, tem o poder de gerar forte apelo emocional nos fãs. Sendo assim, nada mais natural que qualquer assunto a ele relacionado suscite infindáveis opiniões, como atesta a nossa testemunha, o psicólogo Walter Lapa:
 
"Algumas pessoas chegam a ter infartos, acidentes cardiovasculares, quando estão na iminência de uma grande partida. Vimos bastante isso na Copa do Mundo, há sempre casos de pessoas que morreram devido a uma ansiedade exagerada. Então é difícil controlar isso, mas cada individuo deveria procurar manter o seu equilíbrio emocional e não se envolver demais, deixando que o esporte seja apenas uma coisa de lazer, não fazendo com o jogo seja uma questão de vida ou morte. A ansiedade é uma angústia interna que pode ser evitada com mecanismos de defesa. Pra que não ocorram exageras de fanatismo em grandes embates futebolísticos."
 

Ora, isso totalmente anula a frágil argumentação da Acusação, que pinçou três declarações isoladas de torcedores, que de maneira nenhuma são representativos da enorme comunidade tricolor, que ultrapassa 10 milhões de pessoas.

 

É fato consumado que o réu saiu do SPFC como um vencedor. Disputou 2 Copas do Mundo atuando em ambas, como uma opção real de jogo. Deu tão certo na Europa que continua lá até hoje, diferente de outros tantos, que não encontram mercado e voltam para o Brasil, como Amoroso e Luisão - curiosamente, a dupla tricolor no título da Libertadores. Como Denílson, na Europa, pode estar em nível inferior?

 

Denílson é o maior jogador do planeta? Evidentemente que não. Deixou de evoluir em aspectos que poderiam multiplicar seu potencial? É fato. Mas baseada em quê pretende a acusação condenar um atleta com currículo tão rico, que gera tanto interesse midiático e tamanha comoção? Comoção como a mostrada por essa prova, muito mais representativa que as 03 (três) declarações da acusação: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1311748

 

Não ser o melhor jogador do mundo não significa ser o pior. Denílson foi mal aproveitado na Europa, por técnicos que não sabem usar a habilidade como opção de jogo. Por que na seleção brasileira seu desempenho sempre foi melhor que nos clubes? Por que o mestre Telê Santana sempre acreditou nele, e o promoveu tão jovem ao time principal do SPFC?

 

Faço de todos no júri a minha última prova, do show que é ver Denílson atuar, como os vídeos mostrados agora provam: http://br.geocities.com/denilson_dribles/index.html

 

Sendo assim, Meritíssimo, encerro minha argumentação clamando por justiça; esperando do júri uma correta análise do material apresentado, tendo em mente que se o futebol atual não tem espaço para seus Denílsons e Robinhos, azar do futebol atual!

Gus
Voltar para o topo
 Responder Responder
  Compartilhar Tópico   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down



Página aberta em 0.105 segundos.